A advocacia para nós é um sacerdócio e como advogados temos mais que a simples missão de obter êxitos judiciais aos nossos clientes: servimos à sociedade acima de tudo e por isso, miramos a pacificação social. Nestes anos de jornada profissional e pessoal de cada um dos integrantes de MONTEIRO & GOSSN – Sociedade de Advogados, concluímos que servir à humanidade é algo que se faz nas pequenas coisas, nos singelos atos e nos breves encontros.

Aprendemos que uma vitória pode ser enriquecedor mas a maior conquista se dá quando todos se sentem satisfeitos e por isso, antes de servir ao mero êxito,  o advogado deve servir aos legítimos propósitos que fazem uma vida humana ser terna, branda e permeada de paz. A guerra pode ser um instrumento para se atingir a paz, e ao se pensar em guerra dentro do mundo jurídico, se pensa em ação judicial, processo, disputas. Às vezes somente o bom combate pode convolar em paz. Mas é obrigação do advogado primar pelas vias diplomáticas antes disso.

Nesse sentido, optamos sempre pela conciliação como forma de remediar conflitos e nos orgulhamos disso sem abaixar a guarda ou perder o fio e gume dos argumentos a serem esgrimidos em caso de combate.

Se a conciliação não pode ser obtida pela paz, nosso corpo jurídico está sempre de prontidão para o embate, utilizando todas as armas, meios e instrumentos éticos que a lei possibilitar e sempre no limite da finalidade e objetivo de nossos clientes.